Bolo Crumble
de Acerola com Chocolate


 

Olá queridos! A receita de hoje é pra repensarmos os ingredientes locais!

Eu amo as frutas vermelhas clássicas como morango, framboesa e mirtilo. Mas além de caras, elas não são típicas do Brasil e por isso muitas vezes acabam sendo produzidas com muitos agrotóxicos ou viajam longas distâncias até chegar na nossa casa. É importante lembrarmos que enquanto essas frutas são hiper valorizadas, nós temos frutas típicas apodrecendo no quintal da casa de muitas pessoas. Essas frutas brasileiras acabam sendo usadas principalmente para fazer polpas que viram sucos, pois possuem pouca carne e são díficeis de descaroçar sem perderem no quesito estético (que infelizmente acaba sendo superior para muitas pessoas no grau de importânica quando falamos de alimentos naturais). Além de que criou-se um senso comum de que essas frutas são delicadas demais para serem comercializadas frescas, e por isso acabam não chegando às prateleiras de grandes mercados.

Dentre as frutas brasileiras pouco lembradas pela gastronomia do sudeste, por exemplo, estão a jabuticaba, a pitanga, a uvaia e a que vamos abordar hoje: a acerola!

Rica em diversos nutrientes, minha parte favorita da acerola é que ela é uma fonte incrível de vitamina C e de antioxidantes. Ou seja, além de ser deliciosa, ela também é ultra nutritiva. É claro que existe uma variação considerável entre a quantidade de vitamina C presente em cada tipo de laranja (bahia, pêra, lima, etc). Entretanto, já é comprovado científicamente que as acerolas possuem muito mais vitamina c do que as laranjas. Pra ser mais específica, 100g de acerola podem possuir até 20 vezes mais vitamina C do que 100g de laranja. Ainda falando sobre os benefícios do consumo da acerola, a alta taxa de antioxidantes é super positiva, uma vez que essas substâncias são capazes de ajudar a diminuir a incidência de doenças degenerativas (como câncer), de doenças cardiovasculares, de inflamações, de disfunções cerebrais, e até de retardar o envelhecimento precoce das nossas células.
 

Sempre achei engraçado como nós temos referências pré-moldadas que nos foram ensinadas desde muito crianças. Quando alguém diz "alimento rico em vitamina C" nós logo pensamos na laranja, ou quando alguém diz "alimento rico em antioxidantes" nós logo pensamos nas frutas vermelhas dos países frios. E assim vamos nos esquecendo da nossa cultura nativa. Por isso acho importante ressaltar: VAMOS PESQUISAR MAIS.

Vamos conhecer nossos alimentos e seus benefícios, vamos sair da zona de conforto, do conhecimento pré estabelecido e que nos é jogado digerido e facilitado. 

É necessário entender nossa cultura e nossa natureza para que possamos valorizá-la!
 

E agora que eu já fiz meu ode à acerola e coloquei em pauta todos os meus conhecimentos adquiridos em alguns cliques e pesquisas pelo "Google Acadêmico", vamos à receita maravilhosa que vai te deixar com vontade de sair roubando acerola do pé de cada árvore que encontrar pelo seu bairro! rs

INGREDIENTES PARA A MASSA:
 

1 col de sopa de linhaça batida no processador com 1/4 de xícara de água quente - prepare essa mistura 30 minutos antes de iniciar a receita para que ela tenha tempo de engrossar - ela desempenhará um papel semelhante ao do ovo na nossa receita

 

¼ xíc de óleo

½ xíc de leite vegetal (pode ser substituído por água)

1 maçã em purê (é só bater a maçã no processador ou liquidificador - não precisa nem tirar a casca)

1 col de chá de extrato de baunilha (pode ser essência pra quem não tiver acesso ao extrato)
 

1 e 1/2 xíc de farinha de trigo

1/2 xíc de açúcar

2 col chá de fermento químico

1 col chá de canela

¼ col chá de sal

INGREDIENTES PARA O CRUMBLE:

2 col sopa de açúcar + 3 col sopa de farinha de trigo + 1 col sopa de óleo de coco

acerolas à gosto deixadas marinando em algumas colheres de açúcar, para a quantidade da foto, usei 1 col de sopa de açúcar demerara orgânicos

¾ xíc – chocolate picado (procure por chocolates amargos, além de terem qualidades melhores, eles quase sempre são veganos e muito mais saudáveis pois possuem menos gorduras ruins)

PREPARO:
 

1) Comece misturando os ingredientes molhados: leite vegetal, extrato de baunilha, óleo, maçã em purê e a linhaça hidratada. Ao lado, vocês irão reparar que utilizei uma maçã antiga que já estava bem abatida. Muitas pessoas jogam fora frutas que estão assim, pois elas não são tão gostosas de comer in natura. Entretanto, é um bom costume congelá-las, assim como fiz com essa maçã, pois depois basta colocar para descongelar por alguns minutos e você tem uma ótima fruta para acrescentar em receitas.

2) Em outro recipiente, misture os secos: a farinha com o açúcar, o fermento, o sal e a canela.
 

3) Coloque essa mistura em uma forma untada e deixe-a quietinha enquanto você prepara o crumble que vai por cima dessa massa. Ele nada mais é do que uma farofinha doce que deixará seu bolo com cara de muffin gigante, macio por dentro e crocante por fora. Para prepará-la basta misturar todos os ingredientes listados em um potinho e mexer com um garfo. Depois é só espalhá-la sobre a massa delicadamente.

4) Finalize seu crumble com pedaços de chocolate e com a nossa acerola, eu gosto de deixá-la marinando no açúcar para retirar o excesso de umidade que poderia desandar o bolo, e depois uso o caldo que sobra para adoçar outras receitas. Mas se quiser, você pode reduzir a quantidade inicial de líquido e acrescentar essa calda na própria massa do bolo.

5) Com o crumble devidamente colocado sobre seu bolo, asse-o por cerca de 35-40 minutos no forno pré-aquecido à 230oC.
 

6) Retire seu bolo lindíssimo do forno e finalize-o com mais acerolas frescas ou açúcaradas pra dar esse aspecto brilhante e maravilhoso que só a acerola tem!

Espero que tenham gostado, pesquisem, conheçam, brinquem com nossos alimentos nativos! Vamos reviver e redecorar os pratos com essa flora riquíssima que só o Brasil tem!


​Não há certos e errados na gastronomia vegana, o certo é você ser feliz e permitir o mesmo aos animais, o resto a gente inventa! Não se esqueça de fotografar e postar uma foto nos stories marcando o @palmavegan pra que eu possa ver a sua versão! Um beijo enorme, #considereoveganismo e até a próxima!

© 2020 Todas as imagens e receitas são de autoria de Juliana Palma e estão protegidas pelas leis de direito autoral

  • Instagram