Adoro tradições, mas mais legal do que segui-las é pode quebra-las e recriá-las quando se tem vontade

Já comi muito charutinho árabe recheado com carne antes de me tornar vegana, e depois segui comendo versões veganizadas bem fiéis à receita tradicional. Elas são sempre muito deliciosas e fáceis de fazer. Basta substituir a carne por proteína de soja ou lentilhas, por exemplo, que se tem um charutinho árabe na versão vegana sem muito esforço.

Mas como sempre, quero valorizar os ingredientes mais brasileiros e trazer um diferencial pra receita. Por isso, dessa vez decidi criar uma versão com ingredientes mais clássicos do Brasil e assim surgiu essa delícia!

Recheado com feijão manteiguinha, uma iguaria brasileira bem conhecida no eixo norte-nordeste, porém pouco difundida pelo sul e sudeste do país. Ele leva essa nome graças a sua maciez e coloração delicada que derretem na boca. A cara é de feijão fradinho, mas a cremosidade é do feijão branco. O feijão manteiguinha fica incrível em saladas e preparos diferentes, vale a pena procurar por aí.

Eu fiz a receita com repolho pois era o que eu tinha em casa, mas é claro que você pode enrolar com diversas outras folhas, basta escaldar antes e retirar talos grossos demais que podem dificultar o preparo e a comilança. Fora isso, é só aproveitar e curtir essa receita! Espero que gostem!

 

Charutinho Brasileiro

 

INGREDIENTES:

- folhas de repolho

- 1 xíc arroz cozido

- 1 xíc feijão manteiguinha cozido (ou feijão branco)

- 1/4 de xíc de polvilho azedo

- 1 tomate picado

- 1 col sopa de azeite de dendê

- pimenta vermelha à gosto

- 3 dentes de alho

- 1 cebola pequena picadinha

- sal à gosto

- 1 col chá hortelã

- 1 col chá cominho

- 1 lata de tomate pelado (ou molho caseiro)

PREPARO:

1) em uma cumbuca misture todos os ingredientes (exceto as folhas de repolho e o molho de tomate) para preparar o recheio e reserve-o

2) coloque uma panela grande com água para ferver enquanto separa todas as folhas do repolho, depois coloque-as para cozinhar de 5 em 5 folhas, por cerca de 1 minutinho para cada - isso vai amolecer nossas folhas sem cozinhar completamente e facilitar o ~enrolamento~ dos charutinhos

3) depois use a ponta da faca para tirar o excesso de talos de repolho que pode deixar nossas folhas duras demais (foto 6 e 7) e comece a rechear os charutinhos colocando recheio no centro da folha, enrole uma vez e dobre as laterais e enrole mais uma vez》 enquanto enrola, vá colocando-os na forma e usando um pote para mante-los enroladinhos (foto 8)

4) prepare uma forma que vá ao forno cobrindo o fundo com molho de tomate, azeite, sal e outros temperos como mais hortelã e cominho 》depois coloque os charutinhos nessa cama de molho e leve-os para assar por 250⁰C até que o topo do charutinho comece a tostar



E estão prontos nossos deliciosos charutinhos bem brasileiros.

Não há certos e errados na gastronomia vegana, o certo é você ser feliz e permitir o mesmo aos animais, o resto a gente inventa! Espero que gostem dessa receita!

Não se esqueça de fotografar e postar uma foto nos stories marcando o @palmavegan pra que eu possa ver a sua versão! Um beijo enorme, #considereoveganismo e até a próxima!

© 2020 Todas as imagens e receitas são de autoria de Juliana Palma e estão protegidas pelas leis de direito autoral

  • Instagram