Sempre amei pudim.

A receita tradicional leva leite de vaca e assim como eu achava, muitas pessoas pensam que o leite de vaca é algo saudável e que não maltrata a vaca...afinal ela já estaria dando todo aquele leite de qualquer forma, certo? Errado.

É necessário refletir sobre uma série de fatores.

Antes mesmo de falar da indústria dos laticínios, precisamos falar de uma questão básica de saúde. O leite de vaca nos foi vendido como um alimento saudável rico em cálcio e nutrientes. Sim, ele é saudável e rico em nutrientes, mas não para nós humanos, e sim para filhotes de vaca, que precisam de muito mais gordura e de certos aminoácidos que nós humanos não precisamos. 

Além disso, o leite de vaca vendido nos supermercados hoje em dia está repleto de muitos outros ingredientes um tanto controversos. Por exemplo, você sabia que o processo de extração do leite das vacas é tão abusivo que ele normalmente gera mastite, uma inflamação nas tetas da vaca que faz com que o seu leite saia regado a sangue e pus.

Essas excreções, por sua vez, são tão dificeis de serem removidas do leite que as leis brasileiras permitem que haja uma porcentagem delas misturadas ao leite (segundo a EMBRAPA, no Brasil o leite de vaca pode conter até 1.000.000 cel/mL de pus e sangue - mais que o dobro da porcentagem permitida na Europa, por exemplo). Além disso, o leite está repleto de antibióticos, hormônios e medicamentos que são dados ao gado para que ele tenha menos doenças, uma vez que o ambiente e as condições em que as vacas são deixadas é lastimável.  

Pudim de leite Vegano
e problematizações sobre a indústria dos laticínios

Existem hoje em dia inúmeras pesquisas científicas que já mostram que o consumo de leite de vaca está associado à diversas doenças, causando desde desequilíbrio hormonal até osteoporose e câncer. Basta pesquisar e você encontra uma série de artigos científicos e matérias sobre a falsa premissa do leite de vaca ser saudável.

 

Além da saúde, o grande problema do leite está na indústria e como ela explora e maltrata os animais.

Para produzir leite, as vacas são estupradas e separadas de seus filhotes que são restringindos de consumir esse leite, crescendo a base de mais antibióticos e medicamentos.

 

E se você acha que ao consumir o leite de vaca e seus derivados "pelo menos você não está matando as vacas" aí é que você se engana. Além das vacas passarem uma vida de sofrimento dando leite por suas tetas inflamadas, os seus filhotes são levados para alimentar a indústria da carne, ou mortos para virar outro tipo de comoditie (como gelatina, por exemplo), enquanto as fêmeas seguirão a mesma vida de engorda, estupro e tortura de suas mães.

E claro, depois de anos de exploração, ao não conseguir mais produzir leite, elas se tornam inúteis para a indústria e são igualmente assassinadas e vendidas como carne.

Hoje em dia existem diversos substitutos para o leite de vaca, desde os leites vegetais como o de coco, até os de castanha como amendoim, amendoas, castanha de caju etc. Sendo que todos esses você encontra pra comprar em grandes mercados, e claro, pode fazer em casa garantindo um leite vegetal mais saudável e reaproveitando o seu resíduo para outras receitas.

 

Caso tenha ficado curioso, aqui vão alguns conteúdos extras para você saber mais sobre o consumo de leite:

Ordenhando Dinheiro - Episódio da série Rotten na Netflix:

 https://www.netflix.com/watch/80149709?trackId=13752290&tctx=0%2C4%2Ca87727b9-83a4-4303-8e3f-943f69b1d0b0-6023589%2C%2C

O Mito do Leite Como Fonte de Cálcio:

 https://emais.estadao.com.br/blogs/comida-de-verdade/o-mito-do-leite-como-fonte-de-calcio/

Leite pode aumentar o risco de câncer e não reduz a osteoporose, diz estudo:

 http://globoesporte.globo.com/eu-atleta/saude/noticia/2015/10/apesar-de-nutritivo-leite-pode-nao-ser-fundamental-para-crescimento-osseo-2.html

As doenças relacionadas ao consumo do leite de vaca:

 http://www.foodmed.com.br/as-doencas-relacionadas-ao-consumo-do-leite-de-vaca/

E como não só de problematizações viverá a mulher vegana, vamos à receita! 

Antes de começá-la, queria dar algumas pois além do leite vegetal, que você pode usar o que preferir, aqui vamos usar também ágar ágar, que é um pózinho feito com uma alga. Esse ingrediente vai nos ajudar com o efeito mais "gelatinoso" do nosso pudim! Eu recomendo que você compre o ágar da "kanten" ele é mais clarinho que os outros do mercado, e não deixa resíduo do sabor, por isso prefiro.

INGREDIENTES:

PUDIM:
 

- 500ml de leite vegetal (eu gosto de usar de castanha de caju ou soja, que são mais neutros, mas você pode usar outros de sua preferência - que talvez deixem um sabor residual alterando o sabor final da receita)
 

- 2/3 xíc de açúcar demerara
 

- 1/3 col chá de ágar ágar kanten
 

- 1 col sopa de amido de milho (ou polvilho doce)
 

- 1/4 colher de chá de açafrão da terra em pó
 

- 1/2 colher de chá de extrato de baunilha

CALDA:
 

- ​1 xíc de açúcar
 

-  1/2 xíc de água 

PREPARO:

1) Comece fazendo a calda, é só colocar o açúcar na panela e ir mexendo enquanto ele derrete. Quando ficar da cor âmbar, acrescente a água aos poucos, sempre mexendo. Quando estiver completamente homogeneo, transfira para forma de pudim e reserve.

 

2) Em um liquidificador coloque todos os ingredientes da massa do pudim e bata até ficar homogeneo. Coloque em uma panelinha e misture em fogo alto até começar a engrossar levemente. Depois transfira para a forma em que você colocou a calda e espere esfriar para depois levar à geladeira por pelo menosumas 4 horas ou até endurecer.

3) Depois desse tempo você já pode desenformar, para facilitar a "descida" do pudim da forma, eu gosto de colocá-lo em uma frigideira com água fervente por poucos segundos. Assim, a calda derrete e ao virar o pudim em um prato, ela ajuda o pudim a deslizar para fora da forma.


Não há certos e errados na gastronomia vegana, o certo é você ser feliz e permitir o mesmo aos animais, o resto a gente inventa!

Espero que gostem dessa receita! Não se esqueça de fotografar e postar uma foto nos stories marcando o @palmavegan pra que eu possa ver a sua versão!

Um beijo enorme, #considereoveganismo e até a próxima!

© 2020 Todas as imagens e receitas são de autoria de Juliana Palma e estão protegidas pelas leis de direito autoral

  • Instagram